Oficinas

As escritoras Valquíria Gesqui Malagoli e Renata Iacovino trazem a público cantigas de roda, trava-línguas, parlendas e jogos folclóricos que, por sua vez, servem de mote para as demais atividades propostas.

Além de estimular um resgate da cultura popular, as ministrantes acrescentam elementos contemporâneos às brincadeiras antigas, promovendo diversão e colaborando  para o desenvolvimento motor.

O que acaba por delinear o encontro é, sobretudo, a integração do grupo, despertada naturalmente nos participantes, e que flui no sentimento de cooperação sem a qual não se atinge o objetivo de cada jogo.

Instrumentos musicais curiosos, feitos a partir de materiais recicláveis, são confeccionados nesta oficina que se destina a crianças de 05 (cinco) a 12 (doze) anos.

A vida é um jogo

Valquíria Gesqui Malagoli

Literatura, música, artes plásticas, saraus, oficinas e exposições

Oficina de construção de brinquedo com sucata, para crianças a partir de 07 (sete) anos.

O Vai-Vem de garrafa pet e a Locomotiva de caixas de leite, por exemplo, garantiram o sucesso de edições anteriores, nos períodos de férias escolares.

Há também as versões temáticas, entre as quais, a de Natal e a de Páscoa...

Os materiais são fornecidos pelas ministrantes, Renata Iacovino e Valquíria Gesqui Malagoli.

A atividade estimula a inventividade e o trabalho em grupo. Paralelamente, promove a reflexão sobre temas relevantes como reciclagem e reaproveitamento.

 

Como se faz?

Oficina destinada a pais, professores e demais interessados.

Utilizando-se das artes literária e musical (cuja base é o CD autoral “De grão em grão”), as ministrantes informam e sensibilizam, colaborando, assim, na transmissão dos saberes, dentro e fora da sala de aula.

Cada composição – letra e música – foi elaborada de forma a ser um jogo, instigando, paralelamente, concentração e partilha, em contraposição ao individualismo alienante que se apresenta sob várias faces, bem como suas consequências, na sociedade.

Com a utilização de instrumentos musicais simples, alguns dos quais – de fácil construção – podem ser confeccionados pelas próprias crianças, sob orientação de adultos, alia-se ao elemento rítmico a poesia (que, em si, carrega já a vocação melódica, e, comprovadamente – por meio das rimas – colabora na memorização das mensagens implícitas nos conteúdos abordados). A proposta é, pois, somar novos e eficientes elementos a práticas já desenvolvidas.

Haja vista a criatividade de cada educador ser, isto sim, a principal ferramenta para a qual este material se dispõe a ser um instrumento facilitador, este trabalho das escritoras e poetisas Valquíria Gesqui Malagoli e Renata Iacovino apresenta-se como um componente destinado a integrar educadores e alunos, ou seja, adultos e crianças, e, por conseguinte, o ser humano ao seu ambiente.

Naturalmente, a implementação, o aproveitamento e reflexões acerca dos temas propostos estão sujeitos à percepção dos responsáveis, aos quais cabe adequar a proposta a cada turma, a julgar pela idade e demais particularidades destas.

De grão em grão

Para interessados em literatura e música, a partir de 15 anos de idade.

Ministrada pelas escritoras e poetisas Renata Iacovino e Valquíria Gesqui Malagoli, tem por objetivo estimular uma releitura interior, rememorando a função determinante da palavra para nós, que estamos inseridos numa comunidade cultural cuja base é a linguagem.

Com esta finalidade, traça-se uma linha imaginária do tempo, na qual, os participantes (re)descobrem a íntima relação que têm, desde o ventre materno, com a oralidade, desde a infância até mais tarde, quando se amplia o vocabulário e desenvolve a escrita.

Promove-se a experiência da reinvenção da leitura em voz alta. Esta, entre outras técnicas, é fundamental para trazer à tona o som, a cor e o ritmo inerentes a cada palavra, base da arte poética. 

As autoras incentivam a leitura de poesia, apresentando além de obras consagradas, outras menos conhecidas do grande público, capacitando, inclusive, novos escritores.

Como elemento complementar à linguagem literária, as ministrantes abordam compositores da Música Popular Brasileira e suas canções, sempre numa interlocução com os trabalhos dos poetas e escritores brasileiros enfocados.

Pautados em material apostilado distribuído pelas proponentes, são desenvolvidos jogos e atividades como leitura, análise e discussão. São apresentadas, ainda, músicas (ao vivo e em CD) para ilustrar as aulas.

 

Oficina Lítero-musical “A poesia que mais toca”

Curso ministrado pelas escritoras e poetisas Renata Iacovino e Valquíria Gesqui Malagoli, para interessados em literatura e música, e que tenham a partir de 15 anos de idade.

O objetivo dos encontros é estudar autores selecionados da área literária, explorando suas biografias e os movimentos aos quais pertenceram, traçando um panorama histórico e social, bem como analisar o aspecto estilístico contido em suas obras, a partir da compreensão das particularidades existentes em cada um desses movimentos.

Como elemento complementar à linguagem literária, as ministrantes abordarão compositores da Música Popular Brasileira e suas canções, sempre numa interlocução com os trabalhos dos poetas e escritores brasileiros enfocados.

O estudo de gêneros literários e musicais distintos e de épocas diferentes possibilita a compreensão e aceitação da diversidade de estilos, auxiliando, também, no conhecimento de nossa própria história.

Além de apresentação da biografia e obras de autores nacionais expressivos, outras atividades são desenvolvidas, tais como: leitura, análise, discussão e jogos; apresentação de músicas (ao vivo e em CD) para ilustrar as aulas, com exercícios propostos na apostila a ser distribuída.

Oficina Literária “Biografia em Movimento”

Curso realizado em dois encontros de duas horas de duração cada, para público interessado na modalidade poética criada por Bashô, no Japão, no século XVII.

É crescente a difusão do haicai no Brasil. Tendo por aqui chegado no início do século XX, ele influenciou, inclusive, a poesia moderna brasileira. Também, naturalmente, em terras brasileiras, passou por adaptações em sua estrutura e até temática.

Atividades desenvolvidas:

· Explanação a respeito das origens, características, técnicas e tipos de “Haicai”

· Abordagem do “Haicai” no contexto da poesia brasileira, inclusive contemporânea

· Criação, pelos alunos, de seus próprios “Haicais”, sob orientação das ministrantes

Oficina de Introdução ao Haicai

A partir de objetos tirados de um baú, Renata e Valquíria apresentam um universo onde poesia e música funcionam como instrumentos facilitadores da compreensão de lições aprendidas em casa, em sala de aula...

As rimas e a melodia são eficientes parceiras no aprendizado, desde a memorização das primeiras letras, ampliação do vocabulário, até a elaboração das frases e reflexão do conteúdo abordado.

Desde seu nascimento, em 2005, o projeto uniVerso enCantado só fez crescer! São diversas oficinas já ministradas, em escolas e entidades assistenciais de Jundiaí e região, tratando de temas distintos a partir do material constante no livro/cd homônimo.

As poesias de Valquíria, musicadas por Renata, dão voz a questões importantes e de urgente reflexão, como por exemplo, quando de sua adaptação à temática ambiental, em vista da contratação das “Oficinas Pedagógicas de Educação Ambiental uniVerso enCantado”, ministradas para educadores e alunos da rede pública de ensino fundamental (1ªs a 4ªs séries) em Macapá, a convite do Ministério Público e da Promotoria de Justiça do Meio Ambiente e Conflitos Agrários do Estado do Amapá.

uniVerso enCantado

Oficinas arte-educativas pautadas em publicações autorais, nas quais os participantes figuram como coautores, sendo ao final, cada um contemplado com o exemplar que lhe serviu de material de trabalho.

A menina fala-fala

Atividades que priorizam leitura e escrita, incluindo pesquisa no dicionário, noções de rima e ritmo, e contribuem para a criação de novo texto. Além disso, há espaço para se divertir ilustrando e pintando.

Sonho ou pesadelo

Após leitura e pesquisa no dicionário para ampliação de vocabulário e  estímulo à escrita, a hora é de completar as ilustrações, compondo os cenários de forma racional, sem, contudo, deixar de lado a imaginação.

Ih... Racionais!

Este encontro privilegia a criação artística com direito a uso de materiais diversos. O mundo animal, as curiosidades, diferenças e semelhanças entre as espécies são os motes para a arte. Atividades como colagem e dobradura não ficam de fora deste divertido experimento pelo universo das técnicas de desenho e pintura.

 

Coleção Oficinas

Chico Buarque em verso, prosa e música

 

Esse projeto tem como objetivo principal ressaltar algumas das maiores virtudes contidas na obra deste compositor e multiartista, que ao longo de décadas mantém-se no cenário da Música Popular Brasileira como uma das grandes referências, tanto no tocante à qualidade e criatividade de suas composições, peças de teatro e livros, quanto no que estas manifestações interferiram positivamente na construção cultural e social de nosso país.

 

Concorrido, sempre com inscrições esgotadas rapidamente, o curso permite aos participantes, no decorrer de três meses, com encontros semanais, acesso às músicas estudadas, seja por meio das gravações originais seja por apresentações ao vivo, voz e violão.

 

Mas isso, é claro, é apenas um dos focos, pois, quando o assunto é Chico Buarque... as possibilidades são, no mínimo, plurais.

Oficina de Poema Fotográfico

 

O haicai, apesar da crescente difusão que vem sendo feita dessa forma poética, que influenciou até a poesia modernista brasileira, ainda nos dias de hoje, continua consideravelmente desconhecido.

Não bastasse isso, ora é considerado um “bicho de sete cabeças” pelos que por alto ouvem falar detalhes de sua lapidação... ora é desdenhado pelos que dele só ouvem tratar-se de “três versinhos”.

A fim de conhecer a história e autores, bem como praticar essa técnica criada por Bashô, no Japão, no século XVII e que chegou ao Brasil no início do século XX, além do material estudado, saímos, em grupo, em busca de captar imagens (fotografar), tanto no próprio local que nos abriga, quanto na vizinhança.

Tal material auxilia no sentido de compreender a ideia da modalidade poética em questão, além de despertar o olhar dos participantes para as minúcias imperceptíveis a olhos desatentos ou apressados.

E esse “olhar diverso” é a base não apenas para a confecção do haicai, como também para toda e qualquer forma poética, o que, portanto, contribuirá para a ampliação do conhecimento da poesia em geral.